Certamente você já leu sobre o planejamento tributário em nosso blog. Trata-se de uma espécie de programação elaborada por uma empresa. Esta, por sua vez, busca facilitar a relação da empresa com os órgãos de fiscalização tributária e otimizar todos os processos efetuados dentro da instituição. Mas você sabia que existem diferentes tipos de planejamento tributário?

É isso mesmo. E estes devem ser aplicados em situações específicas, de acordo com a natureza, faturamento e enquadramento tributário do negócio. E para que não haja nenhum erro é necessário saber as particularidades de cada um deles. Por isso, nós do IBGEM resolvemos elaborar um artigo completo sobre o assunto. Aqui você irá compreender tudo sobre os tipos de planejamento tributário. Acompanhe!

Os tipos de planejamento tributário

É preciso salientar que existem 3 tipos de planejamento tributário diferentes. São eles o operacional, o estratégico e o tático. Como destacado anteriormente, todos se diferenciam entre si e é preciso conhecer profundamente todos os setores da empresa para entender qual deles pode ser aplicado em cada momento. Somente desse modo é possível estipular os objetivos e as formas que serão utilizadas para atingi-los.

Também vale frisar que todas as formas de planejamento tributário são lícitas, ou seja, previstas por lei. Logo, não há qualquer razão para ter receio na hora de realizar este tipo de procedimento. Inclusive, esta é considerada a melhor forma de reduzir o pagamento de tributos por meio das atividades que a empresa desempenha no que diz respeito ao recolhimento de tributos.

Dito isso, está na hora de entendermos de forma mais detalhada os tipos de planejamento tributário. Acompanhe:

Operacional

Para começar vamos falar sobre o planejamento tributário operacional. Este utiliza uma série de procedimentos prescritos por lei dentro de um negócio, buscando sempre o cumprimento das obrigações fiscais. Trata-se de um modelo de desenvolvimento que atende às normas vigentes.

Isso inclui diversas tarefas, como a correta escrituração e o pagamento dos tributos dentro do prazo nas rotinas de trabalho. Nesse sentido, a redução dos tributos é gerada através da antecipação de seu pagamento.

E para que tudo ocorra dentro dos conformes é necessário um período de 3 a 6 meses de preparação. Durante esse tempo são demonstrados todos os meios que serão articulados, de maneira a conseguir atingir os objetivos estabelecidos.

No planejamento operacional ainda são especificadas as responsabilidades de cada pessoa envolvida, assim como as atividades, tarefas e recursos que serão utilizados. Isso certamente cria muito mais condição para que os objetivos sejam alcançados.

Estratégico

O planejamento estratégico é um pouco diferente. Nele, todos os propósitos são estipulados com base nos benefícios futuros que eles podem proporcionar para o negócio.

Assim sendo, pode-se dizer que seu principal objetivo é a projeção futura do negócio, buscando resultados a longo prazo, se assim podemos dizer. Isso inclui, obviamente, contribuições para a definição da visão, missão, e valores da organização.

Até mesmo por conta de seus objetivos, esse tipo de planejamento requer muito mais tempo de elaboração, sendo este período de 5 a 10 anos. Nesse sentido, também é preciso destacar que ele necessita de revisões constantes para não se tornar obsoleto ou até mesmo ser esquecido pela empresa.

Note que estas revisões devem considerar fatores internos e externos à empresa, como por exemplo a alocação dos recursos, que quando efetuada de forma correta pode resultar em benefícios para o negócio.

Ainda, durante o planejamento estratégico é decidido o tipo de regime tributário que será mais adequado para o enquadramento da empresa. Dessa maneira, é necessário que se avaliem algumas questões como a localização, estrutura de capital, o ramo do negócio.

Tático

O último tipo de planejamento tributário de nossa lista é o tático. Nesse caso é possível dizer que a busca pelos objetivos se dá em médio prazo. Desse modo, sua elaboração ocorre em um período de 1 a 3 anos. De certo modo, ele mantém a visão global da organização utilizada no planejamento estratégico. Entretanto, a grande diferença é que ele é voltado diretamente para as áreas e departamentos da empresa.

Em outras palavras, o planejamento estratégico elabora as decisões e projeções para a empresa como um todo, e o tático traduz esses planos e os concretiza em cada setor. Sendo assim, cada departamento procura lançar objetivos de modo que garantam o alcance das metas propostas pelo planejamento estratégico.

Tipos de planejamento tributário: quais são os benefícios do processo?

Já descrevemos todos os tipos de planejamento tributário. E agora destacaremos quais são os benefícios em realizar este tipo de processo em sua empresa. Note que aqui falaremos sobre as vantagens de uma maneira geral. São elas:

  • A considerável diminuição na incidência de multas e penalidades, uma vez que todos os procedimentos efetuados dentro da empresa ocorrerão dentro da legalidade;
  • Redução notável no custo total do negócio, pois além da empresa enfrentar menos (ou nenhuma) multa/penalidade, a técnica promove a otimização da gestão empresarial;
  • O planejamento tributário possibilita retardar o pagamento de tributos sem incidência de multa, uma vez que existem ações que permitem, a partir de um planejamento tributário bem realizado, postergar o pagamento dos tributos sem a incidência de multas;
  • Aproveitamento de incentivos fiscais. O planejamento Tributário permite que o profissional tenha uma visão mais ampla do negócio e conheça a fundo processos que podem ser otimizados ou eliminados a fim de aproveitar as vantagens que a lei proporciona;
  • Também é necessário destacar que o planejamento, quando bem efetuado, gera maior competitividade no mercado. Esta é uma questão relativamente óbvia mas que certamente merece destaque.

Agora você já sabe mais sobre os tipos de planejamento tributário e quais os benefícios dessa técnica. Para aplicá-la em seu negócio é recomendado contar com o auxílio de profissionais, como os especialistas do IBGEM. Eles podem garantir que todos os processos sejam realizados de forma impecável.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *