Saiba o que é o CFOP e como é possível aplicá-lo

Saiba o que é o CFOP e como é possível aplicá-lo

Entenda mais sobre o CFOP

Você já ouviu falar sobre o CFOP? Trata-se de uma temática que, certamente, é mais familiar aos contribuinte do ICMS ou IPI. Esta sigla indica Código Fiscal de Operações e Prestações.

Também é importante saber que o CFOP está diretamente relacionado à entrada e saída de mercadorias entre municípios e estados. Ele se demonstra fundamental quando falamos sobre o recolhimento de tributos pela circulação desses produtos ou serviços. 

O CFOP é uma espécie de código numérico utilizado para identificar a natureza de uma mercadoria ou prestação de serviços de entrega ou transporte. As autoridades se aproveitam deste artifício para averiguar se a operação deve ou não recolher impostos.

É essencial observar que ele é extremamente importante e fundamental para qualquer empresa. Isso porque partir dele é possível averiguar a numeração em todos os documentos fiscais referentes às entradas e saídas dos produtos, ativos e até mesmo aquisição de serviços.

Também é interessante destacar que sua identificação é indispensável em notas e livros fiscais, arquivos magnéticos, veículos de transporte, entre outros locais definidos pela lei. Logo, além de sua extrema importância, o CFOP ainda é obrigatório.

Como é possível aplicar o CFOP?

Como citado anteriormente, um dos principais objetivos do Código Fiscal de Operações e Prestações é garantir total transparência dos procedimentos de compra e venda das companhias ao Fisco. 

Assim sendo, todos os tributos podem ser cobrados corretamente. Com isso, não há qualquer tipo de dano à empresa ou até mesmo ao estado. Logo, ao aplicar o CFOP, o empreendimento fortifica seus mecanismos de gestão. 

O grande motivo para isso é que, já que o código pode ser agrupado conforme sua natureza, a ação certamente irá facilitar a identificação de processos, sejam eles internos ou externos.

Também é importante salientar que este controle mantém um bom gerenciamento da quantidade de pedidos e produtos em estoque. Desse modo, a empresa reduz perdas e custos resultantes da escassez ou excesso de mercadoria. 

De forma mais resumida, um empreendimento pode conciliar o código CFOP na nota fiscal com seus processos administrativos, bem como os serviços prestados, garantindo maior transparência, credibilidade e sucesso.

Por Carlos Campos

admin

Deixe uma resposta