A área tributária de um bar ou restaurante é extremamente importante, podendo inclusive diferenciá-los dos demais, trazendo maior sucesso e credibilidade. Logo, é imprescindível para qualquer gestor se atentar a este quesito. O problema é que por se tratar de uma área relativamente complexa, lidar com a tributação pode gerar muitas dúvidas, até para os mais experientes no ramo. 

Pensando nisso, nós do IBGEM resolvemos te ajudar. Para isso, elaboramos um artigo detalhado, destacando alguns conselhos para cuidar da tributação de seu bar ou restaurante no ano de 2021. Vale lembrar que ainda estamos no começo do ano, logo as dicas passadas aqui podem ser aplicadas desde o início dos serviços, sendo adaptadas e se concretizando no ambiente de trabalho com o passar do tempo. Acompanhe!

10 conselhos para cuidar da tributação do seu bar ou restaurante em 2021

Cuidar da tributação pode exigir tempo e bastante atenção por parte dos empresários. Por isso, em muitas ocasiões, estes recorrem a especialistas na área, como os profissionais do IBGEM, para auxiliá-los. Isso facilita bastante todo o processo e ainda garante que todas as ações sejam efetuadas com extrema qualidade. Mas voltando ao assunto principal de nosso artigo, agora listaremos algumas atividades que podem melhorar a área tributária de seu bar ou restaurante:

  1. Se atente ao cadastramento de produtos;
  2. Garantia de um planejamento tributário de qualidade;
  3. Efetue a engenharia de cardápio;
  4. Análise e organização de datas referentes ao pagamento de tributos;
  5. Avaliação de todos os processos fiscais da empresa;
  6. Utilização de tecnologias inovadoras, como o software tributário por exemplo;
  7. Fornecimento de capacitações técnicas para a equipe;
  8. Identifique seu erro antes de qualquer notificação;
  9. Elaboração de planos de contingência;
  10. Compreensão da legislação brasileira;

Agora está na hora de detalharmos cada um dos procedimentos listados acima:

1- Se atente ao cadastramento de produtos

A prática remete ao ato de congregar todas as informações de um determinado produto, gerando assim o seu código de barras. Isso auxilia tanto na organização dos produtos quanto na tributação da empresa, uma vez que a mercadoria poderá ser enquadrada em uma classe de produtos específica, facilitando o pagamento de impostos. Certamente todo esse processo evitará problemas com o fisco e garantirá a manutenção da saúde financeira de seu bar ou restaurante.

2- Garantia de um planejamento tributário de qualidade

Como destacamos em muitos artigos de nosso blog, o planejamento tributário pode ser definido como a alma de um negócio. Trata-se de um estudo e gestão do pagamento de impostos de uma empresa com o objetivo de otimiza-los sem descumprir as leis. Em outras palavras, um bom planejamento busca o aprimoramento de todos os setores de um negócio de maneira legal e sem que existam gastos desnecessários com impostos.

3- Efetue a Engenharia de Cardápio

A engenharia de cardápio é uma excelente alternativa para todos os bares e restaurantes. O grande motivo para isso é o fato da técnica consistir na descoberta de produtos do cardápio de uma determinada empresa que possuem benefícios fiscais.  Desse modo, é possível elaborar uma série de combos inteligentes, proporcionando que a maior parte da receita do cardápio fique concentrada nos produtos que contam com benefícios tributários. Em outras palavras, existe uma mescla entre produtos que contam e os que não contam com benefícios tributários, auxiliando a empresa a economizar com tributos.

4- Análise e organização de datas referentes ao pagamento de tributos

Para que seu negócio tenha sucesso, é essencial que você saiba todas as datas referentes ao pagamento de tributos. Isso também vale para o envio de documentos relacionados às obrigações acessórias. Este é um ponto imprescindível, uma vez que ele evita os mais diversos tipos de punições e prejuízos fiscais, garantindo que a empresa não sofra com perda de dinheiro desnecessária. Logo, o recomendado é contar com um calendário com indicações nas datas importantes, permanecendo sempre bem atento.

5- Avaliação de todos os processos fiscais da empresa pode auxiliar a cuidar da tributação do negócio

Essa dica é ainda mais válida se a empresa efetuar este processo frequentemente. Note que, tanto por meio de uma avaliação interna quanto externa, é possível identificar uma série de falhas nas operações realizadas no negócio.  Assim é possível efetuar as mudanças necessárias em cada setor, evitando maiores problemas.

6- Utilização de tecnologias inovadoras, como um software tributário por exemplo

A tecnologia está diretamente relacionada aos mais diversos setores da indústria. E com a área tributária não é diferente. Um forte exemplo de sua presença são os softwares tributários, que são dispositivos relativamente simples mas que podem garantir que seu negócio esteja em compliance com as constantes alterações regulatórias, seja no âmbito federal, estadual ou até mesmo municipal. Os dispositivos ainda garantem uma ótima rotina contábil para seu bar ou restaurante. Trata-se de uma tecnologia com um custo benefício excelente.

7- Fornecimento de capacitações técnicas para a equipe

Não é segredo para ninguém que o cenário da tributação passa por mudanças consideráveis o tempo todo. Dessa maneira, uma série de novas regras são elaboradas com uma frequência muito alta, podendo gerar ainda mais confusão na cabeça dos gestores de bares ou restaurantes e também em sua equipe. Por isso, o ideal é atestar que tanto você quanto sua equipe estejam por dentro de todas as novas leis, estando assim preparados para adequar todos os processos de trabalhos à elas, garantindo que tudo fique sempre dentro dos conformes.

8- Identifique seu erro antes de qualquer notificação

O conselho aqui é: não espere a notificação da Receita chegar para tentar corrigir os seus erros. Quando perceber que cometeu qualquer falha referente aos processos tributários de sua empresa, o ideal é recorrer à denúncia espontânea. Para quem não sabe, esta é uma ferramenta prevista pelo CTN por meio da qual o devedor, antes que o Fisco instaure qualquer procedimento administrativo ou medida de fiscalização contra ele, confessa para a Fazenda que praticou uma infração tributária. Assim sendo, ele  paga os tributos em atraso e os juros de mora.  A gratificação por este ato é que o contribuinte ficará dispensado de pagar qualquer tipo de multa proveniente desta infração.

9- Elaboração de planos de contingência

Ainda mais em tempos de crise como o que vivemos, imprevistos podem acontecer a qualquer momento, prejudicando seriamente a saúde financeira de seu bar ou restaurante. Nessa situação um plano de contingência pode ser extremamente importante. Isso porque, certamente, ele pode auxiliar no desempenho de todas as operações e processos que são imprescindíveis ao funcionamento de seu negócio. Logo é interessante que ele seja elaborado com antecedência, podendo ser utilizado assim que necessário.

10- Compreensão da legislação brasileira auxilia na tributação

Por fim e não menos importante, é necessário entender sobre as leis brasileiras. Isso certamente pode te ajudar a gerenciar a área tributária de seu bar ou restaurante. Isso porque, dependendo das especificidades de cada negócio, a legislação regente pode ser diferente. Assim, é necessário saber quais leis afetam o seu estabelecimento para conseguir se preparar e cumprir todas as obrigações e processos fiscais presentes no cotidiano da empresa, cuidando muito bem da tributação de seu negócio.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *